Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

O que é, afinal, uma construção sustentável?

Embora a ideia de construção sustentável não seja recente, ela vem ganhando cada vez mais espaço nos assuntos relacionados à construção civil. Isso porque tem sido uma demanda social e do mercado a obtenção de edificações que não comprometam o meio ambiente nos diferentes momentos do seu ciclo de vida.

Além disso, é estimado que cerca de metade dos resíduos sólidos gerados pelas atividades humanas tenham sua origem em construções. Entretanto, ainda não está claro para todos o que é a construção sustentável e as propostas que ela envolve. A seguir vamos falar sobre o assunto.

O que é a construção sustentável? O que o seu conceito propõe?

Para pensarmos na construção sustentável de maneira contextualizada, podemos partir do seu conceito elaborado no âmbito da Agenda 21 para a Construção Sustentável em Países em Desenvolvimento.

Segundo o que se estabeleceu nesse contexto, a construção sustentável é “um processo holístico que aspira a restauração e manutenção da harmonia entre os ambientes natural e construído, e a criação de assentamentos que afirmem a dignidade humana e encorajem a equidade econômica”.

Diante disso, de maneira geral, o conceito de construção sustentável propõe o consumo eficiente, e consequentemente reduzido, de materiais e energia; redução da geração de resíduos; preservação do ambiente e da paisagem; além de qualificação da construção considerando todo o seu ciclo de vida.

Isso quer dizer que uma construção sustentável não é pensada apenas em relação à execução da obra, mas também no que se refere ao seu uso posterior.

Quais são as principais características de uma construção sustentável?

Quando falamos do conceito de construção sustentável, pode não ficar muito claro como as questões colocadas aconteceriam na prática. De maneira sintética, vamos apresentar alguns desses fatores de maneira mais detalhada.

Um dos pontos importantes no que se refere a sustentabilidade na construção diz respeito à escolha dos materiais. O ideal é optar por aqueles que estão disponíveis no local, com potencial para reciclagem, que não sejam tóxicos e apresentem uma boa autoconservação. Nesse sentido, é interessante também preferir materiais que gerem menos resíduos na operacionalização da obra.

Quanto à edificação em si, é indicado que seja projetada de maneira adequada ao clima da região, de modo a reduzir o consumo de energia por seus ocupantes, a exemplo da boa iluminação e ventilação naturais. Também se deve cuidar para orientação solar adequada, utilização de coberturas verdes e previsão de elementos que facilitem a acessibilidade para pessoas com mobilidade reduzida.

No que se refere à energia, ela deve ser pensada tanto para o momento da construção quanto para o uso posterior da edificação. Deve-se priorizar o uso de coletor solar térmico, energia solar fotovoltaica, energia eólica e afins. O tratamento, reutilização e medidas de economia de água também estão em pauta.

Para as áreas externas, deve-se ter atenção ao tratamento paisagístico, de modo a preferir a vegetação nativa, respeitar os aspectos culturais locais, oferecer espaços para compostagem de resíduos, cultivo de alimentos, distribuição de sombras, dentre outras questões semelhantes.

Para facilitar que os profissionais da área possam aderir aos desafios da construção sustentável, existem normas da ABNT voltadas para o assunto, como a NBR 15112:2004 e a NBR 15215-1:2005, dentre outras que discorrem sobre todos os assuntos de interesse da área.

Você acredita que optar pela construção sustentável é importante? Deixe um comentário com a sua opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *