Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Equipamentos de segurança residencial que não podem faltar!

Atualmente, os equipamentos de segurança residencial apresentam diversas opções, cada vez mais avançadas e munidas de tecnologia. É fato que, inclusive em países como o Brasil, existe a necessidade de garantir o máximo de segurança e conforto para uma casa.

Contudo, as escolhas desses equipamentos e sistemas deve ser feita com cautela. Os produtos deverão ser adquiridos com empresas confiáveis, ser bem instalados e administrados para que todo investimento resulte na proteção esperada.

Deve-se considerar ainda as características do local da residência. Certas medidas de segurança podem ser mais eficientes em alguns lugares do que em outros, conforme o perfil de criminalidade da região. Considerando esses fatores, vamos falar um pouco dessas alternativas.

Não subestime os equipamentos de segurança residencial básicos

Para os mais diversos contextos, os equipamentos de segurança residencial básicos podem ser muito efetivos. Quais são eles? É muito simples: fechaduras diversas, como a tetra, estreita, bico de papagaio ou elétrica; cadeados, trancas, iluminação e afins; qualidade dos locais de acesso à casa (janela e porta), dentre outros.

Além de acessíveis a pessoas com diferentes orçamentos, se bem instalados e de qualidade, eles serão dificultadores para a maior parte de pessoas mal-intencionadas. Além disso, o dono da residência tem um maior controle sobre esses equipamentos de segurança, afinal, eles independem de um sistema externo.

É claro que, de acordo com residência e a região, esses equipamentos de segurança residencial básicos não serão suficientes. Nesse contexto, a segurança eletrônica entra em cena.

Outras alternativas para reforçar a segurança da casa

Cerca elétrica

A cerca elétrica é uma alternativa de equipamento de segurança residencial que tem forte efeito intimidador contra os criminosos. Ela emite um pulso elétrico de alta tensão diante do toque, o que dificulta a invasão do local que está protegido com ela. 

Câmera de segurança

As câmaras de segurança também são muito utilizadas como equipamento de segurança residencial. Além de intimidar ações criminosas no local, elas também poderão ser úteis para posteriores investigações, se necessárias.

Contudo, para que sejam realmente efetivas, o ideal é que estejam vinculadas a um sistema de monitoramento confiável. Afinal, de nada adiantará que as câmeras capturem imagens do perigo se não houver quem o visualize e tome providências.

Porteiro eletrônico com vídeo

Por incrível que pareça, muitos assaltos e sequestros são realizados da maneira mais fácil: o criminoso simplesmente bate à porta da pessoa a partir de alguma “desculpa” e acaba sendo recebido. O porteiro eletrônico com vídeo evita isso, pois permite visualizar em tempo real quem está tentando acessar o local.

Botão de pânico

O botão de pânico não é exatamente um recurso de segurança preventivo, mas poderá ser muito útil caso o pior ocorra. Ele permite acessar uma central de segurança a partir do acesso de um botão, que emite um sinal silencioso para a empresa responsável. Dessa maneira, se a casa for invadida, é possível tomar uma providência discretamente, sem chamar a atenção dos criminosos.

Para todos os equipamentos de segurança residencial mencionados e vários outros que se encontram no mercado, o planejamento de sua instalação e verificação da qualidade e confiabilidade da empresa contratada são pré-requisitos para que eles realmente funcionem.

Gostou desse artigo? Então, continue a acompanhar a Galvaminas nas redes sociais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *