Você sabe a diferença entre ferro e aço? Descubra aqui! - GalvaMinas
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Você sabe a diferença entre ferro e aço? Descubra aqui!

Utilizamos estruturas e objetos metálicos para as mais diversas finalidades e, muitos deles, são identificados por nós como ferro ou aço. É comum falarmos desses materiais como a mesma coisa, mas diferenciá-los pode ser importante na hora de fazer algumas escolhas.

Se você chegou aqui, por alguma razão, deve ter sentido a necessidade de entender qual a diferença entre ferro e aço. Neste artigo, você vai descobrir mais do que isso e estas informações serão muito úteis para que você saiba bem o que escolher quando precisar de uma solução metálica.

Vamos começar pela pergunta original:

Qual a diferença entre ferro e aço?

Não vamos, aqui, dar uma aula de química, afinal, você já passou por isso. É importante que você saiba que o ferro é um elemento puro, tanto que está na tabela periódica e o aço não! Isso porque o aço é um derivado do ferro, elaborado com o objetivo de tornar essa substância mais resistente e utilizável. O ferro, na verdade, dificilmente será encontrado para consumo em seu estado puro, pois é uma matéria-prima muito cara.

O que eu compro quando compro ferro?

É o minério de ferro, extraído da natureza, que é utilizado na produção do ferro comercial. Esse minério é composto por ferro e hematita, e é misturado a outros componentes como a cal e o carvão. Esses componentes são submetidos a altíssimas temperaturas e, depois, o oxigênio é absolutamente eliminado.

Eis que, aí, se tem o ferro consumível, conhecido como ferro puro ou ferro-gusa. Esse ferro é a base para se fazer o aço. No entanto, a partir disso há outra informação importante: existem diferentes tipos de aço! Você já conhece quais são?

Um pouco sobre os tipos de aço e suas aplicações

Os tipos de aço geralmente são definidos pela taxa de carbono presente neles em: alto, médio e baixo. A taxa de carbono presente no aço influencia em sua “dureza”, quanto mais carbono ele tiver, mais duro será.

No entanto, esse não é um critério de qualidade, mas sim funcional. O melhor tipo de aço será aquele que melhor se adequar à sua aplicação. O tipos de aço e suas aplicações são muito diversos, pois além das diferentes interações com o carbono, eles também podem sofrer outras modificações.

Você encontrará, por exemplo, os aços-liga, variações que dizem respeito à ligas metálicas e outros tratamentos que trabalham o aço com o objetivo de modificar, aí sim, suas qualidades. De acordo com isso, os diferentes tipos de aço podem ser aplicados, por exemplo, em ferramentas, estruturas, chapas, telhas.

Você conhece o aço galvanizado?

Um dos tratamentos utilizados para aumentar a resistência do aço é a galvanização. Esse processo envolve a aplicação de uma camada de zinco no aço, com a finalidade de aumentar a sua resistência à corrosão resultante do tempo, clima e outras avarias ambientais.

Embora existam outros tipos de aço-liga resistentes à oxidação, como o aço inoxidável, o aço galvanizado é uma das tecnologias mais recentes e sofisticadas, que aumenta a durabilidade e versatilidade do aço.

Ufa! É muita coisa para falar além da diferença entre ferro e aço, afinal, esses metais são muito versáteis. Esse texto acaba aqui, mas você pode continuar e conhecer mais sobre o assunto, começando pelo nosso artigo: Aço carbono: o que é!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *