Cumeeira e seu importante papel na composição do telhado! - GalvaMinas ưu đãi thẻ shinhan cam bang lai xe app vay tien thop statement kbank thaần tài
Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Cumeeira e seu importante papel na composição do telhado!

cumeeira-e-seu-importante-papel-na-composição-do-telhado

Telhados parece algo fácil de se fazer, basta escolher uma telha resistente e colocá-la sobre uma cobertura e pronto. Certo? Errado! A composição de um telhado envolve muito mais do que apenas juntar algumas telhas para que ele seja completo e protegido.

Para garantir uma cobertura com qualidade e segurança é importante observar alguns detalhes. Por exemplo, aquele vão que fica na junção entre duas telhas inclinadas na parte superior do telhado deixando uma abertura e expondo uma parte, mesmo que seja pequena, da cobertura.

Se essa fresta que sobra aberta não for adequadamente tampada, pode resultar em algumas intempéries como acúmulo de água de chuva e por consequência goteiras e infiltrações, ou servir de abrigo para animais que podem causar danos e sujeiras no local, dentre outros.

Portanto, a telha cumeeira é a peça-chave responsável por fazer a cobertura dessa abertura, normalmente em formato de um prisma, mas também variando de acordo com o design escolhido para o telhado.

 

Afinal, o que é a telha cumeeira?

 

A telha cumeeira é aquela parte superior do telhado, responsável por cobrir a junção de duas telhas no topo do telhado que normalmente se encontram, mas não conseguem ter um acabamento adequado, infelizmente deixando uma abertura.

 

Essas junções se parecem com um cume que deve ser coberto por um tipo diferente e especial de telha, por isso a origem do nome cumeeira.

 

Quando a cumeeira não é instalada, com o passar do tempo essa abertura estando exposta pode trazer transtornos e prejuízos a obra, devido a ação de agentes externos como infiltrações e alagamentos, isolamento térmico inadequado, invasão de alguns tipos de animais, etc. Em outras palavras, traz mais gastos e mão de obra.

 

Existem vários tipos de cumeeira para vários tipos de telhados. Também há uma variedade de material que pode ser utilizado em sua fabricação, assim como estilos, cores e formatos. A quantidade a ser usada depende diretamente do projeto criado para o telhado.

 

Conheça os benefícios da cumeeira

 

Embora as cumeeiras possam ser feitas de materiais diferentes, as telhas de cumeeira metálicas são as mais procuradas no mercado. Produzidas em materiais mais resistentes e duráveis, acabam sendo mais leves e, com isso, mais fácil de aplicar. Também respondem melhor a maior parte dos projetos e embora não tenham um objetivo necessariamente estético, proporcionam um acabamento perfeito.

Ainda que já tenha sido citado alguns dos benefícios da cumeeira, é importante detalhar mais alguns:

 

  • Reforça a estrutura: Protege as estruturas dos telhados que ficam expostas aos agentes do tempo e desta maneira prevenindo danos estruturais a construção;
  • Evita problemas causados por agentes externos e climáticos: Esse benefício é importante sempre ser relembrado, pois as infiltrações, alagamentos na laje, excesso de umidade, aquecimento solar e afins são os maiores vilões no que diz respeito aos danos materiais e estruturais e como consequência geram mais prejuízo financeiros;
  • Conforto térmico: Evita a incidência do calor que através dos raios solares, poderiam entrar por frestas e brechas na parte superior externa do imóvel causando um aquecimento maior que o esperado gerando um calor desagradável;
  • Segurança: Por não deixar espaço exposto, impede a entrada de animais que podem entrar em frestas, criar ninhos, causar sujeira, roer ou danificar estruturas, dentre outros problemas;
  • Economia: Fortalecendo a estrutura do telhado, promovendo conforto térmico, evitando infiltrações e similares, com efeito, impacta na prevenção de outros gastos como danos ao alicerce, reformas de reparação de danos, diminuição da energia elétrica por manter uma temperatura agradável, etc.

 

Vale ressaltar que é de fácil instalação, não requer muita mão de obra e contribui para agilidade e rapidez no trabalho.

 

Conheça os tipos de cumeerias

 

Agora que já compreendeu o que é uma cumeeira e vários de seus benefícios, vamos apresentar os tipos de cumeeiras e em seguida os principais materiais usados em sua fabricação.

 

Tipos:

  • Cumeeira Perfil: Possui formato ondulado e são empregadas no topo de uma construção.  Se encaixam melhor nas telhas com as mesmas especificações.
  • Cumeeira Lisa: Utilizada no mesmo local que a Perfil, porém se adaptando melhor a qualquer tipo de telha.
  • Cumeeira Shed Lisa: Utilizada em telhados em forma de serra, aplicada na junção da estrutura lateral com o telhado. Comuns em construção de fábricas e galpões.
  • Cumeeira Lisa Dentada: Possui um formato mais pentagonal que triangular, utilizada para encaixe nos espaços inferiores das telhas.
  • Cumeeira Shed Dentada: Fixada entre a lateral e a parte superior da edificação e se adapta às curvaturas da telha.

Principais materiais

  • Metais: são as mais indicadas quando usadas com telhas galvanizadas e galvalumes. Possuem opções esmaltadas com maior diversidade de cores e garantem maior proteção contra danos físicos e químicos. Bastante resistentes e duráveis.
  • PVC: as cumeeiras produzidas com este material possuem uma diversidade de cores e modelos. São resistentes, duráveis, bastante impermeáveis e leves, no entanto, esteticamente não são adequadas para alguns projetos.
  • Cerâmica: embora haja opções mais artísticas e bem trabalhadas, são usadas junto a telhas do mesmo material.
  • Fibrocimento: indicadas somente para telhas feitas do mesmo material. Possuem menos opções de cores.

 

Cuidados essenciais e manutenção

 

Assim como todo produto, a telha cumeeira também necessita de alguns cuidados e manutenção.

Basicamente, é manter a limpeza regular, pois potencializa a vida útil do material reduzindo a velocidade do desgaste natural.

Ao realizar a limpeza, fique atento às junções, caso enferruje ou apresente sinais de desgastes é necessário realizar a troca.

Escolha um material resistente à exposição climática e fabricado por empresa especializada para garantir a qualidade do produto.

 

Agora que já conheceu mais sobre a importância das cumeeiras na composição das telhas, que tal dar uma olhada no texto “Telhas galvanizadas e galvalume entenda as principais diferenças” e conhecer mais sobre as melhores telhas metálicas do mercado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *