Fazer Orçamento

X

Faça agora um orçamento gratuito

*Entrega exclusiva para Minas Gerais

Saiba a importância da manutenção das instalações elétricas

Algumas pessoas só identificam a necessidade de realizar a manutenção das instalações elétricas quando algo para de funcionar. Contudo, existem vários indícios indiretos de que os circuitos elétricos de uma casa possam estar necessitando de manutenção.

Isso não é tão incomum, principalmente em edificações antigas, pois com o crescente desenvolvimento da tecnologia e seus novos aparelhos, as demandas pela alimentação elétrica não são capazes de acompanhar a capacidade da instalação se ela não passar por uma manutenção preventiva.

Neste artigo, traremos maiores esclarecimentos sobre o assunto para que você possa ficar atento e evitar todos os incômodos e riscos de uma instalação elétrica defasada.

Por que é importante realizar a manutenção das instalações elétricas?

Então, tudo está funcionando perfeitamente na sua casa. Nesse caso, você pode se perguntar, por que realizar a manutenção da instalação elétrica é importante mesmo assim? Bom, em primeiro lugar, você provavelmente não vai querer passar pelo aperto de ficar sem certos aparelhos fundamentais quando houver um defeito mais grave, certo? Por que deixar o pior acontecer se é possível evitar?

Todavia, não é apenas por isso que realizar essa manutenção é fundamental. Como as instalações elétricas ficam “escondidas” entre as paredes, nem sempre é possível visualizar a sua condição, principalmente quando não se entende do assunto. Mas, o risco de um defeito aparentemente inofensivo ou invisível pode ser grave e causar acidentes, como choques, curtos circuitos e até causar um incêndio.

Outro fator relevante está no bolso: sua conta de luz pode estar vindo caríssima porque a instalação elétrica da sua casa não está adequada ao consumo de energia dos aparelhos que utiliza. Já parou para pensar nisso? Quer dizer que você não está pagando apenas pelo que usa, mas também pelo que deixa “escapar” através da fiação antiga.

De quanto em quanto tempo é necessário fazer manutenção da instalação elétrica?

Considerando a importância de ter os circuitos elétricos da casa em dia, é natural desejar saber de quanto em quanto tempo ele deve ser realizado. A resposta, como a de tantas outras coisas, é: depende. Cada produto é variável em sua qualidade e durabilidade, e outros fatores, tais como os aparelhos utilizados na casa e sua frequência, também tornam essa resposta relativa.

Apesar disso, não te deixaremos na dúvida! Você pode identificar que a sua residência precisa de uma manutenção ao observar os seguintes fatores:

– Aquecimento de interruptores, tomadas, fios dos aparelhos e afins;

– Desarme de disjuntores ou queima de fusíveis;

– Interrupção intermitente no funcionamento de lâmpadas e outros aparelhos;

– Conta de energia elétrica mais elevada do que a sua utilização.

Ainda que esses e outros sinais mais sutis de que sua rede elétrica precisa de uma revisão não se manifestem, é indicado que se realize a manutenção preventiva, ao menos, a cada 5 anos por um profissional capacitado.

Dicas para preservar e inspecionar as instalações elétricas

Informamos anteriormente alguns sinais aos quais você deverá ficar atento para realizar uma manutenção. No entanto, existem outros fatores que merecem atenção para saber quando a instalação elétrica da sua residência está apresentando problemas ou para preservá-la melhor e garantir a sua segurança e da sua família. Aí estão:

– Certifique-se de que a instalação da sua casa está em conformidade com as normas de segurança da NBR-5410 da ABNT;

– Evite utilizar benjamins e outros improvisos que possam sobrecarregar as instalações;

– Desligue os aparelhos antes de tirar da tomada e não puxe pelo fio;

– Evite colocar tomadas, disjuntores e afins próximos a áreas molhadas;

– Substitua imediatamente fios deteriorados, não improvise!

– Desligue todos os aparelhos eletrônicos e tire-os da tomada se for viajar;

– Nunca ignore sinais de instalação com defeito, como fedor de queimado, oscilações, choques em torneiras e aparelhos, dentre outras. Sempre chame um técnico nestes casos.

Você conhecia essas informações? Esse artigo te ajudou? Deixe sua opinião nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *